Theweb


Os nomes de domínio são organizados em namespaces; com cada domínio de ser um ramo do namespace DNS. Namespaces são segregados em zonas. A área de domínio é uma parte do namespace. Muitas zonas DNS podem ser autorizadas por um servidor DNS.

Camadas ->




  1. Domain Name System
  2. Namespaces de domínio DNS
  3. Zonas DNS
  4. Servidor DNS

Zona de DNS contém um registro de todos os nomes dentro dessa zona. Cada zona pode ser do tipo:

  • Atacante Lookup Isso se traduz nomes de domínio em endereços IP.
  • Pesquisa inversa Este tipo de zona com autoridade resolve endereços IP para nomes de recursos.

Qualquer zona de pesquisa direta ou inversa pode ser classificado em:

Zona 1.Primary

O servidor nesta área armazena a cópia principal do conjunto de dados nessa área. Se qualquer sistema é adicionado à rede, o ficheiro mestre no servidor de esta zona é alterada. Assim, esta área é a principal fonte de informação nesta área. Todas as mudanças dinâmicas e actualizações da área de ocorrer em um servidor autoritário para esta zona. Os dados também podem ser suportados por esta zona para a zona secundária.

Apenas um servidor principal para a área é permitido e deve ser colocada num local acessível, de modo a facilitar actualizações facilmente.

Zona 2.Secondary

Os dados nesta área em particular só pode ser atualizado via transferência de zona, como os dados podem ser salvos da zona primária desta área. A partir daí, os dados são copiados do arquivo mestre do servidor primário.

As transferências de zona podem ser:

  • Transferência completa todos os conteúdos da zona primária para a zona secundária.
  • Incremental- transferência só o conteúdo recém-atualizado para a zona secundária. Isso economiza largura de banda, reduzindo o tráfego de rede entre os servidores.

Zona 3.Stub

É um novo elemento do Windows Server 2003 contém uma cópia da zona que contém os registros para identificar o servidor DNS autorizado da zona mestre, proporcionando assim a resolução de DNS. Isto assemelha-se o cano apontando para o servidor DNS, resolvendo as consultas de dois tipos:

  • Iterative- Os resultados da consulta apontam para outros servidores DNS, que por sua vez apontam para outros servidores de nomes, até que finalmente chegam no nome do servidor que contém os registros necessários.
  • Recursive- Este tipo de pontos de consulta diretamente para a informação documentação exigida, sem qualquer referência ao nome do servidor DNS. Isso economiza largura de banda e reduz o tráfego de rede.

As zonas de stub conter:

  • Registros de endereços de cola que são essenciais para promover a comunicação com os servidores autorizados para a área específica.
  • A lista de servidores DNS autorizados ou documentos que contêm tais listas.
  • A partir de registros de autoridades da área.

Vantagens de zonas de stub:

  • A informação está sempre atualizado e mantido até à data-mantendo uma lista atualizada de servidores DNS.
  • Sem Internet consulta necessária para identificar o servidor de nomes.
  • As consultas recursivas melhorar o compartilhamento de carga e reduzir o tráfego de rede.

Se o DNS é também um controlador de domínio para os Serviços de Domínio Active Directory, as zonas primárias e stub pode ser armazenada nos Serviços de Domínio Active Directory.

Uma zona de diretório ativo integrado é uma área que armazena dados em Active Directory.

Servidor Sub Zone não pode ser armazenada nos Serviços de Domínio Active Directory, pois contém apenas uma cópia da zona primária que está hospedado em outro servidor.


(0)
(0)

Comentários - 0

Sem comentários

Adicionar um comentário

smile smile smile smile smile smile smile smile
smile smile smile smile smile smile smile smile
smile smile smile smile smile smile smile smile
smile smile smile smile
Caracteres restantes: 3000
captcha