Diagnosticar hemocromatose

Maio 20, 2016 Admin Saúde 0 5
FONT SIZE:
fontsize_dec
fontsize_inc

Os métodos mais comuns de diagnóstico de hemocromatose são: exames de sangue de ferro, exames de sangue, genéticos, de ressonância magnética e biópsia do fígado. Muitas vezes, é feito estudos de capacidade de ligação de ferro e saturação de transferrina no sangue para detectar a sobrecarga de ferro. Outros estudos também são realizados para confirmar o diagnóstico: Novos estudos de ferro e/ou exames de sangue genética.

A maioria das pessoas com hemocromatose (87%) identificaram duas mutações de genes, o exame tão genético confirmou o diagnóstico. Estudos genéticos são também utilizados para determinar se a família está em risco de hemocromatose. Os resultados dos testes genéticos são os mesmos sintomas que a pessoa desenvolveu.




Pode também ser necessária ressonância magnética e/ou biópsia do fígado para confirmar o diagnóstico. Exames de ressonância magnética do fígado (ou outros órgãos que absorvem ferro) com uma avaliação quantitativa da concentração de ferro pode revelar depósitos anormais de ferro. Para a biópsia do fígado, uma agulha fina no fígado e é inserida com o paciente sob anestesia local. Com a agulha de uma pequena quantidade de tecido do fígado para ser examinada sob um microscópio e medindo o seu teor de ferro e outros sinais de hemocromatose é extraído. O diagnóstico de hemossiderose pulmonar idiopática começa com exames de sangue e estudos radiográficos do tórax.

(0)
(0)

Comentários - 0

Sem comentários

Adicionar um comentário

smile smile smile smile smile smile smile smile
smile smile smile smile smile smile smile smile
smile smile smile smile smile smile smile smile
smile smile smile smile
Caracteres restantes: 3000
captcha