Adoção: Meu Filho encontra o seu nascimento Mãe


Obviamente, eu não tenho nenhuma idéia do que deve ser a sensação de dar à luz. Falando com as mães não podem começar a iluminar um em relação a esses sentimentos. Como você descreve trazendo uma coisa viva dentro de você por nove meses? As palavras são inadequadas na melhor das hipóteses, para tais emoções não foram feitos para ser capturado por palavras.

Trazendo uma criança e parto são o amor na sua forma mais básica. É a forma mais simples da humanidade e mais complicado. Ele vai muito além do ato físico simples, porque é, em essência, um abandono de si mesmo, uma perda que você era uma vez, e formação de um vínculo que irá durar uma vida.




Ansiedade, medo e dor física que leva ao nascimento são então substituídos por ansiedade, medo e dor emocional após o nascimento. No entanto, não é a felicidade, o tipo de que nunca conheceu, e a alegria de um trabalho bem feito e uma vida inteira de memórias para viver.

E MAIS ......

Para algumas mães, o nascimento de seu filho é o fim da estrada, viajando juntos. Por alguma razão, algumas mães optam por dar à luz a seu filho após o nascimento e o lugar da criança no sistema de adoção. As razões por que tomou esta decisão são muito numerosas para mencionar neste artigo. Seja qual for a razão, não tenho dúvidas de que é um processo doloroso. Como não poderia ser? O link que eu mencionei é tão forte, que dá a uma criança deve ser como cortar sua perna e perder uma parte muito real de si mesmos.

Eu não faço nenhum julgamento sobre as mães que optam por fazer isso; seria, na verdade, a última palavra em hipocrisia por mim para fazê-lo, porque você vê, fui colocado no sistema de adoção em 1948. Minha mãe biológica tomou uma decisão que ela acredita ser o correto, e a causa da sua decisão I foi dada a oportunidade de ser adotado por um casal incrivelmente amar as pessoas, Dale e Evelyn Holland. Minha vida tem sido um amor non-stop fest, em parte, porque a minha mãe biológica tem feito sua decisão.

ENTÃO O TORCH passado

Por sua vez, quando eu tinha 36 anos de idade, minha esposa e eu adotei uma criança. Em 23 de outubro de 1984, nosso filho, Tyler, nasceu de uma mulher que não tinha escolha no momento, mas para entregá-lo para adoção.

Ela foi um jogo feito no céu, meu filho e eu, porque eu percebi coisas sobre ele que ninguém mais, mas um adotado conseguia entender. Eu entendo o buraco que é deixado em uma criança adotada, sempre questionando, sempre perguntando, sempre falta um elo tão básico ... o link "quem eu sou". Que perguntas, eu pergunto, é tão natural quanto respirar por uma criança adotada. Embora tenha sido criado em uma família amorosa, há sempre algo que falta; há sempre informações pessoais com base em que a criança que não pode ser conhecido.

Trata-se, em um sentido muito real, uma ferida aberta que não cicatriza; uma coceira irritante que não pode ser arranhada, e continua sendo, mesmo na idade adulta.

Por isso, foi para o meu filho até duas semanas atrás. Nesse ponto, um milagre!

Definindo o cenário

Meu filho e eu conversamos muitas vezes da minha aprovação e ela; É natural e saudável que fazemos. As perguntas são inevitáveis ​​e eu sempre tentei responder a essas perguntas com sinceridade, como meus pais fizeram por mim. Quem mais você poderia pedir? Eu era a única pessoa que entendia e que a única pessoa que teve qualquer tipo de respostas a perguntas sobre sua mãe biológica.

Eu sabia que ela era muito pequena. Eu sabia que meu filho nasceu em Edmunds, Washington. Eu tinha conhecido sua mãe biológica, uma vez que antes do nascimento, e quando meu filho tinha seis meses de idade eu tinha postado uma foto dele em sua mãe natural, a seu pedido. Diferente do que eu realmente sabia muito pouco.

Meu filho tinha mostrado sinais dos últimos anos para estar interessado em encontrar sua mãe biológica, e não tenho dúvidas de que, se o milagre não tivesse acontecido teria então feito um press todo o campo para encontrá-lo. No entanto, o milagre é, de fato, acontecer.

Nos últimos seis meses, eu escrevi uma série de artigos sobre adoção, e muitos deles disseram que meu filho foi adotado e, quando foi adotada. Através do milagre da Internet, um de meus artigos foi notado por uma jovem de Washington, que tinha ajudado a mãe a encontrar o seu nascimento da criança, um bebê recém-nascido 23 de outubro, 1984.

O MILAGRE

Um par de semanas atrás eu recebi um e-mail a partir desta jovem mulher, me pergunta onde meu filho nasceu. Eu pensei que uma questão muito pessoal de um estranho, mas eu ainda respondeu com sinceridade. Então eu recebi outro e-mail, perguntando quando ele nasceu. Mais uma vez eu respondi, e de novo e de novo como mais perguntas foram disparados contra mim. Finalmente, esta jovem mulher me perguntou se eu poderia enviar uma foto de uma criança, uma foto enviada para sua mãe quando a criança tinha seis meses de idade.

Como poderia eu senti naquele momento? Eu seria desonesto se dissesse que sentia instável. Eu não estava chateado por qualquer meio, nem eu estava com medo. Eu só estava nocauteado da minha mão como se a terra fosse subitamente inclinada e não tinha posto os pés corretamente para o equilíbrio.

A foto é aqui e assim que eu vi que seis meses de idade do bebê Eu sabia que a vida tinha de repente tomado um desvio, que o caminho do meu filho e eu estávamos viajando em não era mais reconhecível. Eu poderia virar e ver de onde viemos, mas uma vez eu olhei em frente eu tinha uma visão clara. O filho que tinha cantado para dormir ... .o filho cujo fraldas eu mudei ... o filho que eu tinha alimentado, elogiou, disciplinado e amado por 27 anos, encontrou sua mãe biológica.

A história continua

Claro, eu conversei com a mãe biológica no telefone e foi, para dizer o mínimo, uma reunião em lágrimas. Lá, ela estava exultante porque ela estava à procura de seu filho durante anos. Ele tinha, na verdade, organizou uma festa de aniversário para ele a cada ano por 27 anos, uma festa que contou com minhas duas irmãs e outros parentes que nunca conheceu.

Eu estava em lágrimas, pela simples razão de que eu sabia como isso era importante; Eu, melhor do que ninguém, sabe o impacto que isso teria sobre o meu filho, e eu estava sobrecarregado com a felicidade para ele. I não se sentem ameaçados em tudo; Eu sabia que meu filho me amava e que eu nunca iria mudar. Eu era, e eu estou realmente em êxtase para ele.

Na semana passada meu filho conheceu sua mãe biológica e duas irmãs, pela primeira vez. Foi uma ocasião alegre, cheia de lágrimas, abraços, risos e, suspeito, fechando. Um buraco no coração de meu filho e sua mãe biológica tinha sido reparado. Perguntas assombrando e esperanças não realizadas tinha sido enterrado. Ela foi uma celebração da vida e do amor, igual a qualquer outro já realizado, e esta é uma história que tem, definitivamente, um final feliz.

CONSIDERAÇÕES FINAIS

Eu amo meu filho? Mais do que a própria vida! Estou feliz por ele? A palavra "feliz" nem sequer começar a descrever o que sinto por ele agora. Você vê, eu tenho uma apreciação real para o que isso significa para o meu filho. Eu tenho uma compreensão real do que estava faltando em sua vida por todos esses anos. Eu sou uma criança adotada e por 63 anos eu tinha esse buraco no meu coração como um companheiro constante.

A vida, às vezes, na verdade, um círculo completo! Nós vamos sobre nossos hábitos diários, ocupado com o negócio de vida, e de repente, do nada, um evento incrível rochas nossa fundação. Este foi um daqueles momentos para o meu filho. Enquanto escrevo Tenho lágrimas nos meus olhos. Eles são lágrimas de felicidade, com certeza, e eles são lágrimas de nostalgia. Talvez a minha mãe biológica está morto. Talvez ele ainda está vivo. Talvez eu devesse fazer um esforço para descobrir.

2012 William D. Holland (aka billybuc)

Para ler mais artigos de minha aprovação, consulte o seguinte:

Para comprar meu livro sobre adoção, ou outros livros no Kindle, visite:

(0)
(0)

Comentários - 0

Sem comentários

Adicionar um comentário

smile smile smile smile smile smile smile smile
smile smile smile smile smile smile smile smile
smile smile smile smile smile smile smile smile
smile smile smile smile
Caracteres restantes: 3000
captcha